PRÓXIMAS DATAS: 4 abril 2020

COM CERIMÓNIA DE CACAO PELA FAMILIA CORAÇÃO DE CACAO <3

PROPOSTA PRÁTICA: Reconhecer quem sou na minha Sexualidade, Celebrar e honrar o meu “EU”, Redesenhar os meus limites e saber dizer “Não”, Explorar os meus desejos – aprender a dizer “SIM”, Curar e Incorporar a minha Sexualidade, Aceitar os meus medos e largar os “lugares de Vergonha”. Roda do consentimento, Comunicação autêntica, confiança e entrega. Práticas de toque consciente e intimidade , cuddling e  CERIMÓNIA DE CACAO.

 

Não é possível estarmos completamos fechados para a vida e ao mesmo tempo querermos viver uma vida íntima, sexualmente romântica e nutridora,  completamente heart- blowing.

Para compreender a dádiva que é a sexualidade há que reconhecer que não limitamos o espirito à carne ou que falamos de um lugar por vezes mal entendido e sobre-estimado que é o da performance sexual.

Falar de sexualidade é falar da energia vital que nos move nesta vida, na forma como agarramos a nossa existência e a vivemos em êxtase, prazer e felicidade, só porque estamos vivos.

Sem prazer na vida será difícil alcançar prazer nas tuas relações amorosas ou mesmo o prazer dentro da tua cama…

Para compreender a sexualidade, que lugar é este que tantos de nós desactivamos ou fazemos por esquecer, temos que compreender a nossa energia sexual, como canalizá-la, como movê-la e sobretudo como integrá-la.

De que forma usar esta energia noutras áreas da nossa vida:

  • no amor (como amas ou queres ser amada/o,)

  • na vida profissional (passar do plano do sonho para a realização concreta),

  • na forma como geras prosperidade e abundância, para viveres autenticamente,  criativamente a tua vida, celebrando a tua existência a cada dia, em cada momento.

E a questão que me surge imediatamente  é:

  • Sabemos nós o que é viver a nossa verdade, sabemos nós reclamar a forma autêntica como queremos viver ?
  • Reconheces o teu propósito e sabes como reclamá-lo ao universo?
  • Sabes exactamente o que tu queres para ti nesta existência ?

Sacred Sexuality, Healing Intimacy and Tendernesss Workshop é primeiramente um trabalho sobre ti, sobre uma auto-descoberta acerca de quem és na tua sexualidade (que é o mesmo que dizer na forma como vives prazerosamente a tua vida), nas tuas relações íntimas e românticas.

Nem sempre é fácil admitirmos que o que somos já não nos satisfaz ou preenche, muito menos reconhecer quem queremos ser, ter a coragem de ouvir o nosso coração, viver a nossa verdade.

O desafio de trazer luz aos lugares mais escuros, de maior dor, medo ou vergonha,  que normalmente não partilhamos ou abraçamos em nós. Lugares comuns onde todos caímos mas achamos sempre que somos os únicos: o medo da rejeição, do abandono, da exclusão ou humilhação por sermos quem somos.

É sobre honrar a nossa existência, a nossa verdade, aceitarmos e abraçarmos a criatura vulnerável e apaixonável  que somos, abrindo-nos à cura do nosso coração, abrindo o campo da potência onde tudo é possível, onde tudo o que tu precisas se manifesta quando entras em contacto com a fonte de poder e abundância que já habita em ti.

E não é fácil…. a Coragem de nos colocarmo-nos num lugar vulnerável perante o outro.

É preciso coragem, a coragem de sermos verdadeiros para connosco, para com as nossas reais emoções, aprendendo a dizer “sim”  ou “não” ao próximo sem nos responsabilizarmos pelo sentimento do outro, mas respeitando em autenticidade e integridade o que o nosso coração dita. Saber ouvir um “não” ou um “sim”, respeitando sempre o lugar do outro, sem trazermos a resposta a um plano pessoal, contrariando sentimentos de rejeição, sem desempoderarmos ou cairmos em auto-julgamentos irreais, sem nos abalarmos com a liberdade de escolha do outro, independente da resposta que ansiamos ouvir.

A coragem não é algo com que se nasce ou tem, a coragem para vivermos em integridade e honrando a nossa verdade, constroí-se.

Pratica-se um bocadinho todos os dias, fomentado a auto-confiança, amor próprio e sobretudo o sentimento de auto-merecimento.

É realmente difícil conseguir uma relação saudável, plena em amor incondicional e romantismo se no teu mais íntimo existe a crença de que não mereces. Não mereces ser feliz, não mereces ser amada, não mereces viver o prazer que estar vivo…

Não é uma escolha voluntária, sobretudo trata-se de condicionamentos sociais, religiosos, familiares ou traumas de relacionamentos amorosos…

É difícil incorporar o sentimento de felicidade na nossa vida se existe uma convicção inconsciente da tua mente (o teu coração  nunca cairá nesta falácia) de que não és suficiente merecedor/ora de ser feliz.

Tendencialmente temos o mecanismo de responsabilizar o outro pela falta de amor que sentimos, sentimento de persona não grata por parte desse outro, não devoção do outro ao nosso amor.

Mas será que não fomos nós que , algures na estrada, nos abandonámos e deixámos de confiar em nós próprios e por isso no mundo?

Custa e dói transformar a forma como nos olhamos e cuidamos, amamos e nutrimos o nosso coração. É mais  fácil cair na auto-sabotagem e auto-julgamento do que propriamente honrar e creditar a nossa imagem.

É mais fácil ficarmos no lugar confortável da “auto destruição” que enfrentar o abismo do desconhecido, que é o sair desse lugar.

Costuma se dizer que por trás dos nossos maiores medos estão os maiores tesouros . 

Sacred sexuality, healing intimacy and tenderness workshop propõe a auto-descoberta do que já existe em ti, tu enquanto canal de poder, a tua própria medicina de acordo com a sabedoria da tua alma no lugar do amor incondicional.

Quanto mais te convido a mergulhar na tua sexualidade, mais te convido a mergulhares na essência da tua vida. E por isso falo de sagrado.

Conecta-te com a tua fonte de energia vital e dá voz à tua verdade, aprende a reconhecer e a comunicar as tuas necessidades, assume a responsabilidade pelas tuas emoções, vive com honestidade, compaixão, devoção, aceita a morte do que foste, desapega te das histórias que já só ocupam espaço e abandona o que já não faz falta. 

Permite te morrer e renascer…. 

E isso é tudo o que é sagrado! 

50
Valor

LOCAL A DEFINIR